Home Data de criação : 10/05/04 Última atualização : 11/10/17 16:35 / 6 Artigos publicados

Noticias do Jornal Imparcial 2ª edição  escrito em domingo 09 maio 2010 16:07

Briga pro vaga
Aliados de Roseana disputam vaga de senador

Uma das vagas na Chapa é de Lobão, mas outra é cobiçada pelas legendas da base aiada do governo.


Agenor Barbosa

Depois da vaga de vice-governador, o espaço para disputar uma cadeira no Senado se transformou no sonho de consumo dos aliados da governadora Roseana Sarney (PMDB). DEM, PTB e PP reivindicam a candidatura para senador. Mesmo com a pressão dos aliados, o presidente  em exercício do PMDB, Remi Ribeiro, avisa que apenas uma vaga está disponível. O senador e ex-ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), foi definido como nome natural para a disputa. Remi afirmou que as pesquisas internas comprovam a densidade eleitoral do ex-ministro. Por isso, só uma vaga está em discussão. “A busca dos partidos é legítima. Mas, essa escolha será feita em uma mesa de negociações. Precisamos de um candidato com envergadura. Não podemos facilitar a vida do adversário”, destacou.

Remi chegou a citar os peemedebistas João Alberto, Mauro Fecury e Lobão
Filho como exemplos para o preenchimento da vaga. Sobre o questionamento de dois nomes da mesma família na disputa, Edison Lobão e Lobão Filho, o peemedebista garante que o esforço maior da sigla é pela vitória de Roseana. Ele avisa que o restante das discussões serão trabalhadas. Nos bastidores políticos, o nome de Mauro Fecury figura na simpatia dos democratas e seria uma possibilidade de abrir mão da disputa. O presidente do PMDB reconheceu o peso político do PP e do PTB. Porém, lembrou que o PMDB cresceu nos últimos anos. O pleito deste ano seria diferente das eleições de 2006, quando o PMDB elegeu apenas três deputados federais.

Na opinião de Remi, o lançamento de candidaturas próprias seria uma solução para o impasse pelo Senado. “O partido faz a coligação no majoritário e para senador não se liga com ninguém. Existe hoje um consenso que eu não considero correto. Os partidos menores acreditam que não elegem ninguém se coligarem com os grandes. É preciso lembrar o tempo de
TV. E também não dá para eleger todo mundo. Na Assembleia, por exemplo, só existem 42 vagas”, destacou. Ele lembrou que é normal as siglas quererem aumentar a bancada federal. Contudo, o peemedebista garante que muita coisa deve mudar até as convenções marcadas para junho, inclusive os cargos atualmente postulados.

Enquanto o mês das convenções não chega, os demais partidos mantém a convicção nas candidaturas. No PTB e no PP os nomes já foram escolhidos. Pelo PTB, o coronel Riod Ayoub Jorge, ex-comandante da Polícia Militar, é o pré-candidato. Enquanto no PP, o pastor Bel da igreja Assembléia de Deus está cotado para o cargo. Em comum, as duas siglas vivem  o momento de definição dos presidenciáveis. O PP acena para o tucano José Serra, mas o Diretório Nacional já liberou os estados para compor da forma mais apropriada. O foco dos progressistas são candidaturas para governador e senador. O presidente regional do PTB, Pedro Fernandes, afirma que mesmo esperando a decisão do Diretório Nacional a sigla maranhense está alinhada com a governadora. “Mesmo com a decisão nacional temos como conversar sobre o Maranhão. E vamos falar com o PMDB sobre o candidato a senador. Cabe a pergunta se o PMDB vai querer tudo na chapa?”, disse.

Sem atropelos


Sobre as notícias de um descontentamento dos tradicionais aliados com a distribuição de secretarias no Palácio dos Leões, o presidente Remi Ribeiro descartou predileções por siglas. Ele afirma que todos os partidos têm o mesmo tratamento. O fator decisivo para nomeações seria o fortalecimento do governo para o pleito de outubro. A pasta de Ciência e Tecnologia, única sem titular até agora, estaria dentro dessa lógica.

O antigo secretário é o presidente regional do PP, o deputado federal Waldir Maranhão. Nos bastidores, é unânime a posição de que a possibilidade de petistas ocuparem a secretaria desagradou os progressistas. O secretário adjunto Lauro Assunção foi cotado para assumir a titularidade, mas ainda não foi nomeado. Remi garante que ninguém será atropelado e a decisão ocorrerá em comum acordo
permalink

Noticias do jornal Imparcial  escrito em sábado 08 maio 2010 18:09

Eleições 2010
Dirigentes do PP falam em romper com governo

Partido compõe a base de apoio do governo Roseana Sarney (PMDB), mas pode abandonar por causa do PT


Thamia Tavares

Waldir Maranhão diz que PP buscará o fortalecimento
 
A decisão do diretório nacional do Partido Progressista (PP) em não apoiar a candidatura de Dilma Roussef (PT), oficializada em 29 de abril, coincidiu com as aspirações do diretório estadual. Atualmente o PP compõe a base de apoio do governo Roseana Sarney (PMDB), mas dependendo do resultado do encontro estadual do PT previsto para os dias 21 e 22 de maio, este cenário pode mudar.

Caso o PT reveja a decisão em apoiar a candidatura de Flavio Dino (PCdoB), e ingressar as fileiras da campanha de Roseana Sarney, o PP deverá romper e sair da base de apoio ao governo. caso isso aconteça, existem dois caminhos viáveis a serem trilhados pelo PP: lançar candidatura própria, para o qual o nome mais cotado é o do progressista pastor Bel ou ingressar à chapa de apoio à candidatura de Roberto Rocha (PSDB).

“Não queremos ser coadjuvantes do PT, caso o partido vote pelo apoio ao governo, perderemos espaço”, disse o presidente do diretório municipal do PP, Hamilton Fereira.

As razões do partido são simples. Com a integração do PT à base de apoio ao atual governo, o PP perde visibilidade e terá menos chances de lançar candidatura ao senado. O cargo é pretendido pelo progressista Pastor Bel. O diretório estadual do PT especulou os nomes de Bira do Pindaré e Kleber Gomes para
concorrer à vaga no Senado.

O presidente nacional do PT, Eduardo Dutra, disse na última quarta-feira, 5, que o diretório estadual do Maranhão irá rever o apoio ao PC do B de Flávio Dino, em detrimento do possível apoio ao PMDB de Roseana Sarney. O próximo encontro, previsto para maio, inicialmente seria para definir os nomes do partido para
concorrer ao Congresso Nacional e à Assembléia Legislativa do Maranhão, entretanto, o conteúdo debatido em março será pautado novamente neste novo encontro.

Pensando nisso, dirigentes do PP começam a montar estratégias para as eleições de outubro e falam em fortalecimento do partido.

“O PP tem objetivos, metas. Agiremos da maneira que melhor convier ao partido e que o fortalecerá”, disse o presidente do diretório estadual, Waldir Maranhão.
permalink

Pr. Bel é abraçado por uma multidao na cidade de Chapadinha  escrito em sexta 07 maio 2010 02:32

Pastor bel, foi abraçado agora na cidade de Chapadinha por uma multidao de pessoas, as quais oraram a Deus e ministrando sobre a vida do pastor bel uma benção da parte do Senhor, o mesmo lançou a sua pré-candidatura ao Senado, o povao veio abraçar ele e dando sua palavra de incentivo, sem duvidas, o povo está com o pastor bel e orando por ele...

No mesmo, Deus se fez presente nesse culto da Vitoria, onde esteve ministrando a palavra do Senhor o pastor Carvalho Junior, Deus abençoou as pessoas de uma forma especial onde tambem muitas vidas entregaram sua vida a Jesus Cristo.

permalink

Pré-candidatura do pastor Bel trás grandes repercussões nos Blog´s e Jornais  escrito em quarta 05 maio 2010 14:34

Nas mãos do Senhor: Pastor Bel chama a atenção da mídia regional e nacional

juscelino e bell Açailândia – O pré-candidato ao Senado Federal pelo Partido Progressista (PP) tem suas bases eleitorais no Médio-Mearim, onde nasceu; na Região Tocantina, com grande força em Açailândia, cidade onde trabalhou por mais de 20 anos e já conseguiu a adesão de mais de 120 cidades maranhenses.

Na última visita feita à Região Tocantina, Pastor Bel participou da convenção para escolha do diretório municipal do PP de Açailândia, que na ocasião lançou oficialmente a sua pré-candidatura ao senado na região, em uma dobradinha com o sobrinho legítimo Juscelino Oliveira para deputado estadual. Pastor Bel fez questão de frizar que em todos os municípios em que ele visitar pedindo votos, também pedirá votos para Juscelino Oliveira, pois além de serem do mesmo partido possuem uma ligação muito forte. “Conheço Juscelino e lhe tenho respeito como um irmão e como um pai e sei da importância da sua eleição para o Maranhão e principalmente para Açailândia”, disse Bel em entrevista.

Pastor Bel que tem o apoio incondicional das Assembléias de Deus e de várias outras igrejas, pela sua desenvoltura começa a chamar atenção da classe política maranhense, da imprensa regional e até nacional.

Jornal Pequeno edição de 04/50/2010

Pastor-candidato causa reboliço nos bastidores políticos do Maranhão

0 225Não é exclusividade de José Serra e Marina Silva, presidenciáveis do PSDB e do PV, respectivamente, a aproximação com a fatia do eleitorado formada por evangélicos. No Maranhão, O Partido Progressista, presidido regionalmente pelo deputado federal Waldir Maranhão, tem como pré-candidato ao Senado Federal ninguém menos que o Pastor Bel, conhecido líder da comunidade evangélica no Estado que avançou ruma à miséria ao longo de duas nefastas dinastias: a comandada por Vitorino Freire (20 anos) e a chefiada por José Sarney (40 anos)

Após visitar mais de uma centena de cidades maranhenses, o Pastor Bel, está com sua fé reforçada para enfrentar as urnas em outubro próximo. Fora isso, os políticos locais externaram repentina preocupação durante o final de semana com a notícia publicada na última sexta-feira (30) pelo ucho.info, que destaca não apenas o fato de o escolhido pelos evangélicos maranhenses estar aglutinando novos simpatizantes a cada dia, mas especialmente a possibilidade de ele ser parte integrante de uma fórmula política capaz de decretar o fim do reinado sediado na Praia do Calhau. Traduzindo para o bom vernáculo, o Pastor Bel pode ajuda, e muito, a extirpar da história os pecados políticos da governadora Roseana Sarney, candidata à reeleição.

UCHO.INFO (Imprensa Nacional) edição de 30/04/2010

PP do Maranhão pode desembarcar do projeto de reeleição de Roseana

Pastor-Bel2 O Partido Progressista, que na quinta-feira (29) decidiu que não apoiará a candidatura da petista Dilma Rousseff, liberou a legenda para acordos estaduais. O que não significa que o quadro atual, de alinhamento ao governo Lula da Silva, deva ser seguido nos estados. No Maranhão, por exemplo, onde o presidente-metalúrgico está obrigado a apoiar a governadora Roseana Sarney (PMDB) – afinal José Sarney é o salvador da pátria de Lula – o PP pode não aderir à atual ocupante do Palácio dos Leões, sede do Executivo maranhense.

Ainda sem definir o rumo que tomará de agora em diante, o Partido Progressista, que na terra do arroz de cuchá é presidido pelo deputado federal Waldir Maranhão, tomou por enquanto uma decisão. O candidato ao Senado Federal pelo partido é o Pastor Bel, cujo nome foi referendado pela comunidade evangélica local. Em conversa telefônica com o ucho.info, o animado Pastor Bel disse que sua candidatura tem sido bem recebida nas cidades que já visitou. De acordo com o candidato, o seu projeto inicial é visitar 126 cidades maranhenses, de um total de 217.

No caso de o senador Francisco Dornelles (RJ), presidente nacional do PP, for confirmado como vice na chapa encabeçada pelo tucano José Serra, o Pastor Bel certamente poderá ajudar a desbancar a sacristia política da família Sarney, que há quatro décadas manda na política do Maranhão.

permalink

Dep. Federal Waldir Maranhão fala sobre a pré-candidatura ao Senado do Pr. Bel  escrito em quarta 05 maio 2010 11:23

Blog de pastorbel :Pastor Bel, Dep. Federal Waldir Maranhão fala sobre a pré-candidatura ao Senado do Pr. Bel

De. Federal Waldir Maranhão em visita á Açailandia, faz um belo discurso á respeito ao ano politico de 2010, Também manifesta com ênfase a sua posição na pré-candidatura para senado do pastor Bel. Com uma multidão de pessoas em uma quadra, o povo vibrou concordando com o relato do Deputado e abraçando o pastor bel na sua pré-candedatura ao Senado.

Tambem manifestou sua alegria em saber com uma população de mais de 1 milhão de eleitores estão apoiando o pré-candidato ao Senado, falou tambem sobre o seu belo desempenho no trabalho que ele desenvolveu na secretaria de Ciência e Teclologia, falou dos seus projetos para o maranhao e o que ainda tem pra realizar no Maranhão.

 

permalink
|

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para pastorbel

Precisa estar conectado para adicionar pastorbel para os seus amigos

 
Criar um blog